Ana Pinto, Nutricionista do healthy lifestyle hotel Vila Galé Sintra

A alimentação saudável é essencial à vida do ser humano. Nutrir e ter hábitos saudáveis em criança reflecte-se no futuro.

A obesidade infantil é um problema de saúde pública e um dos eixos prioritários do Plano Nacional de Saúde. As crianças obesas têm maior probabilidade de vir a serem adultos obesos, com determinadas doenças consequentes. A obesidade é uma doença crónica, que exige controlo durante toda a vida. Se as medidas tomadas durante o tratamento não forem mantidas a longo prazo, o problema tenderá a regressar.

De acordo com os critérios da OMS e do conhecido estudo Childhood Obesity Surveillance Initiative (COSI), a prevalência de obesidade infantil e excesso de peso têm vindo a diminuir ao longo dos últimos anos, no entanto, é urgente travar esta epidemia, caso contrário, teremos num futuro próximo crianças doentes com menor qualidade de vida, bem como uma menor esperança de vida. A OMS apresenta também o mais recente Plano de Acção “European Food and Nutrition Action Plan 2015-2020”, onde estabelece as linhas gerais de acção na área da alimentação e da nutrição implementadas a nível nacional ou local.

Quais as causas mais comuns da obesidade infantil?

Sem dúvida que as causas mais comuns da obesidade infantil são os maus hábitos alimentares, como o excesso de gordura, sal e açúcar; fast food e alimentos industrializados; refrigerantes, bem como a promoção permanente de alimentos menos saudáveis pelos meios de comunicação e o sedentarismo.

O sedentarismo é uma das causas do excesso de peso na criança, uma vez que a actividade física ajuda a queimar as calorias ingeridas, mas, cada vez é mais natural, as crianças brincarem dentro de casa, seja com os computadores, jogos electrónicos e televisão, em vez de irem para a rua correr, andar de bicicleta ou jogarem à bola, como acontecia há uns anos.

Pequenas mudanças no seu dia-a-dia farão toda a diferença na balança e no seu bem-estar!

Aproveitamos para deixar algumas dicas para os pais, no que respeita aos seus comportamentos, à alimentação, actividade física e qualidade do sono dos vossos filhos.

Medidas comportamentais

Os comportamentos dos pais e de outros membros da família influenciam muito os comportamentos da criança. Assim, os pais devem procurar:

  • Aumentar os seus conhecimentos acerca da alimentação saudável;
  • Servir de exemplo para um estilo de vida saudável;
  • Incentivar que outros membros da família também o façam.

Medidas alimentares

Relativamente à alimentação, o que se pretende é educar e dar condições para escolhas alimentares mais saudáveis. Algumas medidas simples podem fazer toda a diferença.

  • Estabelecer rotinas, como, por exemplo, três refeições mais dois lanches;
  • Procurar reconhecer e respeitar os sinais de que a criança tem fome ou já está satisfeita, e incentivar que ela também o faça;
  • Privilegiar as refeições em família, que devem ser um momento agradável de convívio. Nada de televisão à hora das refeições;
  • Oferecer refeições saudáveis, com alimentos variados dos diversos grupos de alimentos e ter sempre em casa frutas e vegetais, e incentivar o seu consumo;
  • Não ter disponíveis em casa bolos, doces, chocolates, salgadinhos e outros alimentos ricos em açúcar e gordura e de baixo valor nutritivo;
  • Evitar o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes, sumos e néctares de fruta e leites aromatizados;
  • Incentivar o consumo de água, água aromatizada e chá;
  • Dar o exemplo é a melhor forma de incentivar a criança a apreciar alimentos novos;
  • Evitar alimentar a criança durante a noite. Muitas vezes é possível utilizar outros meios para confortar a criança e quebrar o hábito de comer durante a noite.

Medidas de actividade física

Aumentar o nível de actividade física da criança obesa, ou com excesso de peso, é fundamental para o tratamento. É importante que a actividade física faça parte do dia-a-dia da criança e que aprenda a gostar de uma vida activa.

A actividade física estruturada, conduzida por profissionais competentes, pode ser bastante benéfica. Mas é fundamental que a criança demonstre interesse e satisfação.

O melhor exercício para as crianças pode ser a actividade física espontânea, ou seja, brincar activamente: correr, saltar, jogar à bola…

Algumas medidas são importantes para que isso aconteça:

  • Garantir que a criança tem todos os dias oportunidade para brincar de forma activa durante pelo menos duas horas;
  • Promover oportunidades de movimento com as actividades do dia-a-dia, como ir a pé para a escola, subir as escadas, ajudar nas tarefas de casa;
  • Promover momentos agradáveis de brincadeiras e actividade física em família dentro e fora de casa, onde se demonstre o prazer de brincar com a criança;
  • Levar a criança a conhecer e, caso deseje, a praticar alguma actividade física diferente: natação, dança, ginástica, ballet, futebol, ou outra qualquer modalidade que desperte o seu interesse;
  • Demonstrar interesse pela actividade que a criança realiza, incentivá-la nas suas falhas e elogiá-la nas conquistas.

Medidas de descanso saudável (sono tranquilo)

Existe uma relação entre o número de horas que a criança dorme e o risco de desenvolver obesidade. Como parte do tratamento da obesidade é importante assegurar que a criança durma de forma adequada ao seu desenvolvimento.

Crie rotinas de sono. No final do dia crie hábitos tranquilos, banho e música relaxante, hábitos de leitura e essencialmente evite que a criança faça actividades com alguma agitação e que coma demasiado na última refeição do dia.

Mais uma vez é importante lembrar que o foco de todas estas mudanças nunca deve ser a criança obesa e sim uma vida mais saudável para todos. Existem várias informações importantes e bastante divertidas para partilhar e incentivar a comportamentos mais responsáveis, tais como o semáforo alimentar e os Mandamentos saudáveis:

  • Lavar as mãos antes e depois de comer
  • Comer sem distracções electrónicas
  • Comer sentado à mesa
  • Seguir a ordem das refeições
  • Comer sozinho e habituar-se a fazer o seu prato
  • Ter e comer cinco cores no prato
  • Conhecer os alimentos pelo nome
  • Experimentar novos alimentos
  • Descascar mais e desembalar menos
  • Não adicionar açúcar e sal aos alimentos
  • Mastigar bem os alimentos
  • Ajudar a pôr e tirar a mesa Beber água com regularidade
  • Evitar comer “snacks menos saudáveis” entre as refeições
  • Escovar bem os dentes após as refeições
  • Praticar actividade física com regularidade

O programa

Tal como os nossos pilares consiste em seis passos fundamentais para o sucesso:

  • Reflectir a rotina actual
  • Definir as mudanças desejadas
  • Conduzir os resultados
  • Transformar a rotina da família
  • Criar hábitos alimentares saudáveis e conscientes
  • Criar hábitos de rotina de exercício físico

Mandamentos saudáveis

Ajude o seu filho a criar os seus próprios mandamentos saudáveis e aproveite para dar o exemplo e fazer com ele todas estas sugestões e actividades.

O Vila Galé Sintra, Healthy Lifestyle Hotel, aposta na prevenção e longevidade saudável, onde pode usufruir de programas de saúde e bem-estar, com base numa experiência assente em seis pilares. Os nossos programas incluem reeducação de hábitos alimentares (nutrição), alimentação saudável e equilibrada, aconselhamento e intervenção de várias especialidades médicas, enfermagem, exercício físico (fitness), análises clínicas e exames especiais de diagnóstico, terapias holísticas e massagens no nosso Spa Stasanga. O programa Kids visa ajudar os mais pequenos a criarem hábitos saudáveis de alimentação e exercício físico para a vida, com a ajuda da consulta de nutrição, avaliação e plano de exercício, experiência da massagem e ioga Kids, bem como jogos lúdicos e pedagógicos da nossa equipa de animação. As crianças são, sem dúvida, privilegiadas neste hotel, pois o nosso pilar Fun é fabuloso, no que respeita a diversão (trampolins, carrossel, piscina infantil com escorregas, parque infantil, polidesportivo, passeio no circuito de manutenção e o nosso famoso clube NEP), bem como jogos didácticos específicos concebidos para que a criança aprenda conceitos base de uma alimentação saudável e hábitos saudáveis para a vida. É um programa desenvolvido, tanto para crianças com necessidade de emagrecer, como para aquelas que apresentam resistência à alimentação saudável!

Artigo publicado na revista Kids Marketeer nº5 de Setembro de 2018.