A Google Science Fair é uma competição global on-line desenvolvida para inspirar adolescentes do mundo inteiro a resolverem problemas do mundo real através da aplicação da ciência, tecnologia, engenharia e da matemática.

Este ano, a LEGO® Education, a National Geographic, a revista Scientific American e a Virgin Galactic são os co-patrocinadores desta competição global.

 

Kiara Nirghin, de 16 anos, oriunda da África do Sul, venceu o “Grande Prémio Google Science Fair” 2017: uma bolsa de estudos no valor de cerca de 50 mil dólares. A jovem africana concebeu uma forma de transformar cascas de laranja num material super-absorvente para ser colocado no solo. Este material consegue armazenar água para ajudar agricultores no combate à seca. Nirghin, estudante em Joanesburgo, afirmou que as três experiências em 45 dias confirmaram que a sua “mistura de casca de laranja” é uma alternativa segura e de baixo custo relativamente à utilização de polímeros superabsorventes (SAPs) que são extremamente caros e que não são biodegradáveis.

 

A partir de agora e até ao próximo dia 12 de Dezembro, os jovens estudantes de todo o mundo podem participar submetendo online os seus projectos. Um painel de jurados de empresas tecnológicas e das áreas de engenharia, ciência e da matemática vão rever todas as candidaturas sendo que o anúncio dos vencedores regionais será realizado na primavera de 2019 e o anúncio dos finalistas globais em Julho do mesmo ano. Este ano, os estudantes vão competir por uma bolsa de estudo no valor de $50,000 sendo que os segundos e terceiros classificados e os vencedores regionais poderão também ganhar bolsas de estudo académicas e viagens promovidas pelas empresas patrocinadoras desta 6ª edição do Google Science Fair.