Os primeiros sinais de gravidez podem surgir antes do atraso da menstruação, mas podem ser quase imperceptíveis.

Tenha atenção, se for esse o caso, a estes nove sintomas, que podem acontecer, especialmente, nas primeiras duas semanas de gravidez. Estes sintomas têm particular relevância após o atraso menstrual, pois podem ser associados à tensão pré-menstrual (TPM).

  1. Pela manhã podem acontecer os normais enjoos e vómitos;
  2. Cólica e inchaço abdominal, por causa do aumento do fluxo de sangue na região pélvica. É possível a ocorrência de uma pequena perda de sangue;
  3. Mamas sensíveis e inchadas, devido ao estímulo das hormonas às glândulas mamárias. Pelo que a auréola pode ficar mais escura e os mamilos mais sensíveis e inchados;
  4. Maior frequência urinária, pelo aumento da progesterona;
  5. As alterações hormonais também podem causar cansaço, criar espinhas, cravos e deixar a pele oleosa;
  6. Corrimento vaginal cor-de-rosa, que pode acontecer poucos minutos após a relação sexual ou até três dias depois do contacto sexual;
  7. A redução da glicose e dos valores da pressão arterial podem originar tonturas, dores de cabeça ou sonolência;
  8. Sentir maior repulsa por cheiros fortes;
  9. Ficar mais sensível e sentir o seu humor mais oscilante.

Teste caseiro de gravidez é aconselhável

A melhor forma de confirmar uma gravidez continua a ser através da realização de um teste, que se compra numa farmácia. Pode ser feito no primeiro dia de atraso menstrual ou 14 dias depois da relação sexual, sem método de contracepção e dentro do período fértil.