No certame que decorre em Lisboa de 20 a 31 de Março. Na visita a Portugal um dos “pais” da Ovelha Choné faz a antecipação do próximo filme A Quinta Contra-Ataca, que estreia em Portugal a 12 de Dezembro.

O segundo filme de A Ovelha Choné gravado, na integra, em animação stop-motion tem uma nova personagem: uma adorável e impetuosa extraterrestre com poderes espantosos. Esta tem uma queda acidental perto da quinta Mossy Bottom e leva consigo a Choné, que não perde esta oportunidade para uma divertida aventura com poderes alienígenas.

Números da estreia em Portugal

O primeiro “A Ovelha Choné: O Filme” estreou em 2015 e trouxe as séries de TV para o grande écran. Em Portugal registou cerca de 126 mil espectadores (125.733) e atingiu uma receita bruta superior a 600 mil euros (615.821,68 euros).

Peter Lord e David Sproxton, fundadores dos Estúdios Aardman em 1976, conheceram-se na escola, no início dos anos 1970, onde começaram a experimentar técnicas de animação. Tentaram uma variedade de métodos antes de escolherem a animação do modelo de plasticina/argila que têm feito evoluir ao longo dos tempos.

Peter Lord, que conta já com três nomeações aos Óscares – um para Melhor Filme de Animação (“Os Piratas”, 2012) e dois para Melhor Curta de Animação (“What’s Pig”, 1996 e “Adam”, 1992) – vai estar em Portugal para participar numa Talk e na Sessão de Encerramento do Festival Monstra para apresentar o seu mais recente filme.

A exposição “A Magia dos Estúdios Aardman” está patente no Museu da Marioneta até 21 de Abril, numa iniciativa do Festival Monstra, que trouxe até Lisboa a primeira mostra do melhor que os Estúdios Aardman têm feito nas últimas décadas. Ao todo estão expostas 47 marionetas, 8 cenários, vários storyboards e esboços dos filmes e séries que tornaram este estúdio num dos mais conhecidos e admirados em todo o mundo.