Myriam Zilles / Pixabay

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA, acaba de apresentar um método que permite a todas as pessoas descobrirem se têm as vacinas em dia.

E o processo não podia ser mais simples. No mesmo momento em que a vacina é aplicada, uma tinta invisível a olho nu é também adicionada e contém toda a informação necessária. Estes dados, inseridos na pele humana, podem ser facilmente acedidos através de uma aplicação para smartphone que emite uma luz infravermelha na derme que revela toda a informação.

Desta forma, torna-se possível aceder rápida e facilmente a todo o histórico de imunização. Este método, com uma duração de até cinco anos, recorre à tecnologia de ponto quântico que assenta em cristais semicondutores minúsculos reflectores de luz.

O método de aplicação desta tinta é feito através de um adesivo com várias microagulhas, tão eficaz como a habitual injecção. Para já, este processo não foi ainda testado em crianças.