Helena Grenha | Podologista na Portela Clínica, Clínica Pediátrica de Braga e Hospital Nossa Senhora da Conceição, Guimarães

A transpiração ou libertação de suor é uma defesa natural do organismo para regular a temperatura corporal

 No ser humano, o suor é uma forma de excretar substâncias nocivas e de regular a temperatura do corpo. É normal suar durante a prática de exercício físico ou actividade mais intensa, quando a temperatura exterior é elevada e em estados de nervosismo, náuseas ou desconforto emocional.

Mas suar em excesso, ou em situações de repouso e tranquilidade emocional, é uma doença chamada de hiperidrose.

O que é a hiperidrose?

Estima-se que a hiperidrose em Portugal possa atingir 300 mil pessoas, manifestando-se mais frequentemente nas palmas das mãos, axilas e plantas dos pés. Esta doença pode não ter causa conhecida, designando-se por um distúrbio primário. É mais comum surgir numa idade jovem e incide principalmente nas axilas, mãos e pés, agravando-se em situações de stress ou em calor, mas sem manifestação nocturna. A hiperidrose pode ser secundária, aparecendo como uma consequência de doença, alterações hormonais, neurológicas, entre outras.

É importante realizar um diagnóstico precoce. Pode existir uma condição genética, determinando que os filhos de pais com hiperidrose estão mais propensos a adquirir a condição, não sendo, no entanto, uma regra. Não é uma doença grave. Não traz riscos de saúde, mas pode comprometer aqualidade de vida.

Hiperidrose plantar

A hiperidrose plantar não se vê e, normalmente, em crianças, não provoca muitos incómodos relacionados com a socialização. No entanto, o excesso de transpiração nos pés pode ser um factor predisponente ao aparecimento de infecções víricas, bacterianas e fúngicas, resultando em odor e estados de doença local. A humidade em excesso provoca maceração da pele, levando ao aparecimento de bolhas e irritação da pele. O tratamento pode ser feito com antitranspirantes, com medicação ou, em casos extremos, com cirurgia.

O tratamento, em crianças, deve ser local, com a aplicação tópica de antitranspirantes, preferencialmente formulados com activos naturais seleccionados para assegurar a redução rápida da transpiração excessiva, como o Akileine Kids. O principal objectivo é evitar a sensação de humidade e neutralizar, de modo eficaz, os odores desagradáveis.

Conselhos e dicas

Além de procurar tratamentos para o suor em excesso, há uma série de passos que devemos seguir para manter os pés secos, minimizando o odor e outras desvantagens da transpiração excessiva:

Os sapatos devem ser respiráveis;

Evitar solas de borracha e uso de ténis quando não se está a praticar desporto;

Manter os pés ventilados e usar sandálias durante o Verão;

Usar meias de algodão em alternativa às fibras sintéticas;

Trocar de sapatos diariamente.

Artigo publicado na revista Kids Marketeer nº4 de Junho de 2018.