No dia 28 de Julho celebra-se o Dia Mundial da Conservação. Para o assinalar o  Jardim Zoológico dá a conhecer alguns casos de sucesso em termos de conservação no habitat natural, como o programa de reprodução e reintrodução do Leopardo-da-pérsia, a reintrodução do Ádax e do Órix, a conservação do Dragão-de-komodo, do Okapi ou dos Lémures, entre tantos outros.

Para que este dia seja em cheio, os visitantes poderão também assistir às “Animal Talks”, o mais recente programa do Zoo, onde os animais ganham voz e todos os presentes podem ficar a conhecer mais sobre o extraordinário Reino Animal. Estão preparadas quatro sessões diferentes: às 10h30, no aviário Madaíl, às 14h00, no Templo dos Primatas, às 16h00, no Reptilário e, por fim, às 17h45, na instalação dos Bongos.

Os visitantes poderão ainda participar na Oficina de Mel na Quintinha, das 14h00 às 15h00. Esta é uma atividade que vai possibilitar a descoberta das propriedades essenciais do mel e da importância das abelhas na vida do planeta, e sensibilizar para a sua eminente extinção que poderá trazer consequências devastadoras para a vida humana e animal.

Já na zona franca do Jardim Zoológico (área de circulação livre), às 11h30, haverá um encontro com o tratador do Crocodilo-do-nilo, onde os visitantes poderão ver de perto diversos materiais zoológicos, como dentes ou escamas, e colocar todas as questões que sempre tiveram curiosidade em saber sobre um dos maiores répteis vivos. Esta atividade pretende homenagear a Lacoste – a primeira empresa a apadrinhar um animal do Jardim Zoológico, em 1987.

No Dia Mundial da Conservação, e como forma de celebrar a efeméride, os clientes Lacoste poderão adquirir em todas as lojas da marca um polo do icónico crocodilo e estarão a contribuir com 5€ para o Fundo de Conservação do Jardim Zoológico. *

*Campanha válida apenas no dia 28 de julho e disponível nas 22 Boutiques e 5 Corners El Corte Inglês da Lacoste, excetuando os Outlets e loja online.